30 de mai de 2009

A última saída à Brás (do semestre)

A foto aí de cima, deste que vos tecla, é o registro oficial da última saída à Brás deste primeiro semestre de 2009, com algumas ausências (parte dos nossos retornaram antes da foto). A moçada, uma vez mais, fez bonito: o fato de a chuvarada ter se iniciado mesmo a partir das 11 horas do sábado - até então tinha havido apenas chuvas esparças - permitiu que o pessoal se "espraiasse" pela Vila em busca de suas pautas sem maiores traumas. O que não impediu alguns pés e cabelos encharcados, diga-se. Mas deu tudo certo.

A saída desta vez foi ainda mais bacana porque conosco foi a turma da professora Luiza Caravetta (na frente, de pé, a terceira da esquerda para a direita, com casaco rosa). Ela e sua equipe foram capturar imagens em movimento que renderão um vídeo especial sobre o Enfoque, neste momento em fase de produção. Como de hábito, aproveitamos a ida para distribuir a segunda edição do jornal, que ficou muito bonito e repleto de novidades. Na seqüência disponibilizaremos o jornal em PDF. Aguardem.

O Enfoque é pop



Pelo jeito o pessoal da vila ficou bem satisfeito com a última edição do Enfoque. Olhem a cara de felicidade do Schütze quando recebeu o primeiro exemplar da mão do professor Demétrio. 


Por onde passei, só ouvi elogios a respeito do jornal. Ao que parece, ele caiu definitivamente no gosto popular.


Muitas pessoas já reconhecem nossa equipe pelas ruas e pedem para serem entrevistadas. Isso prova o prestígio e a confiabilidade que conseguimos conquistar. Com certeza vamos manter a qualidade e fechar com chave de ouro esta última edição. 



29 de mai de 2009

Escola Aberta oferece cultura e diversão





Todos os finais de semana  a Escola João Goulart abre as portas para a comunidade participar de oficinas, atividades esportivas e recreativas.


Trata-se do programa Escola Aberta que funciona na Brás aos sábados e domingos das 13h30 às 17h30. Entre as oficinas oferecidas estão futebol, croché, pintura, fuxico, dança, manicure, jogos de tabuleiro, ping pong e pebolim. Em breve começará a funcionar também sessões de cinema.


Segundo o coordenador local do programa, Olmiro de Aguiar, 34 anos, morador da vila, em média 200 pessoas participam das oficinas por final de semana. Deste montante cerca de 80% são crianças ou jovens. 


A verba vem da Prefeitura que tem parceria com Governo Federal. As oficinas são divulgadas nos murais do colégio e em salas de aula. Para participar basta ir a escola nos dias em que há atividades, escolher uma oficina e assinar o livro de presença.


Paulo, eletricista e marido da dona Dica


Um dos entrevistados da Brás na última saída de campo foi o senhor Paulo Roberto Silva dos Santos (que posou bem disposto para a foto), de 48 anos. Ele é eletricista e no momento estava trabalhando, abra a foto e repare nos detalhes. Chegamos até ele por ser marido da dona Dica. Mas quem é a dona Dica?

Dica será assunto para a próxima edição do Enfoque, ela é uma das responsáveis pelo crescimento da Recriar Customizações, um Empreendimento de Economia Solidária apoiado pelo pessoal da própria Unisinos, descobrimos isso conversando com o casal. Paulo falou conosco sobre seus serviços como eletricista e é provável assunto para uma nota de serviços para a próxima edição também!

Personagens não faltam na Brás e eles sempre estão prontos para falar, a receptividade é incrível, o que facilita bastante nosso trabalho e se torna um desafio por ser um jornalismo diferenciado.

Por enquanto é isso!
Parabéns a todos por mais uma edição concluída e até a próxima.

28 de mai de 2009

Enfoque já é notícia

Moçada, o Enfoque Vila Brás mal saiu do forno é já é notícia. Confiram matéria publicada no Portal3.

O Enfoque está pronto!

Colegas,

O nosso jornal já tá na mão, ou melhor, quase... Ontem, fui à AgexCom e peguei um exemplar... Os exemplares não estão circulando pelo campus (ainda), mas logo "estarão liberados". Confiram!

Infelizmente, ao folhá-lo percebi um errinho... Faltou uma letrinha na palavra "ambulância", página 4. O que não é grave, acontece... Mas lamento igual. Afinal, sou perfeccionista...

Mas o que importa é que o esforço de todos resultou num trabalho muito bacana... Parabéns à turma!

24 de mai de 2009

O que você gostaria de ver no Enfoque?

Essa foi a pergunta que eu e a repórter Daiane Benin fizemos aos moradores da Vila Brás, durante nossa última passagem por lá, ainda no início do mês de abril. Como resposta, obtivemos as mais variadas sugestões. Entre os temas recorrentes, destacaram-se questões envolvendo a saúde, educação e obras públicas.

Cláudio Nascimento, proprietário da churrascaria Chuletão, acredita que é necessário fazer uma reportagem sobre políticas de educação para o trânsito. Além de se preocupar com a velocidade que os carros passam pela avenida principal, Cláudio afirma que é preciso ensinar as crianças a transitarem pela calçada. Confira ao lado, na Tevê Enfoque!

Edição 115: lições, comentários e agradecimentos

Em poucos dias, teremos o nosso jornal em mãos... Um Enfoque com mais matérias e opinião, com novidades como a utilização de ilustrações, convite aos leitores para que participem da elaboração do jornal, material destinado às crianças.

Aliás, parabéns a colega Fernanda Mineiro que propôs a publicação de conteúdo exclusivo para a garotada. Essa ótima ideia/sugestão resultou em outra inovação: o personagem Enfoquinho.

Na segunda, 25, faremos a última revisão do Enfoque (a última mesmo!). Depois disso, é só aguardar... E se preparar para a próxima edição. Sorte aos novos editores!

Feitas essas colocações, partimos para outras...

Lições

A experiência como editoras do Enfoque foi muito boa. Obviamente a aprendizagem adquirida foi enriquecedora. Foi mesmo, não é papo! Exercitar o trabalho de edição: escolher, organizar, corrigir, cortar, revisar e até negociar, já que a publicação ou não de diversos textos foi feita em concordância com o repórter; nos permitiu constatar, ou melhor, ver na prática que fazer escolhas implica obrigatoriamente em "não agradar a todos".

Também entendemos com isso a importância de se envolver no projeto. E não fomos só nós, todos tiveram sua parcela, pois defenderam suas pautas e tornaram a edição mais rica.

Comentários

Trabalho difícil. Cansativo. Mas compensador. Nada como ver o jornal pronto (não vemos a hora!) e lembrar de todo o esforço que tivemos para fazê-lo! Por mais que haja problemas (sempre há), ficaremos orgulhosas!

Não que isso interesse a alguém, mas é um desabafo das editoras... Nos aborrecemos em alguns momentos, ficamos desiludidas, estressadas... Mas até aí nos divertimos: o professor dizia que éramos implacáveis, "atacadas", bravas... Tudo de brincadeira é claro. Vocês o conhecem... Além disso, somos pessoas calmas, tranquilas!

Agradecimentos

Agradecemos a quem leu até aqui! E também por todo o auxílio e sugestões dadas ao longo da edição. Obrigada!

Abraços,

Priscila e Sandra

22 de mai de 2009

Muito mais que uma escolha


Mais uma edição do Enfoque está saindo e dentro de uma semana estaremos em reunião de pauta. Vai começar tudo de novo. E para quem decidiu ou ainda vai se decidir por seguir nessa rotina (pauta-rua-redação-edição-diagramação-revisão), vale lembrar: Nós não somos deuses nem donos da verdade. A informação é sim carregada de ideologia, seja onde for. E nem sempre vai ser fácil (já não é) conseguir enxergar a verdadeira realidade na imensidão de tensões complexas que nos cercam.

Alguém aí lembra das aulas de Semiótica? Pois é. Não adianta ir atrás da completa e absoluta objetividade. Ainda que ela exista (e eu acredito), nós, em nossa condição humana e subjetiva, não temos o poder de alcançá-la. Mas tenhamos ao menos a sinceridade de buscar a clareza e expor tantos ângulos quantos nos sejam visíveis. Sejamos éticos; sejamos jornalistas, e decentes.

Mercadinho Ambulante


A Vila Brás é realmente surpreendente. Após a descoberta das moto-táxis , tele-entrega de sorvetes e tantos outros serviços exclusivos neste bairro povoado de moradores criativos existe ainda o “mercadinho ambulante”. Os produtos estão acomodados no porta mala de um carro e são oferecidos nas portas das casas dos clientes e Paulo Roberto Silva dos Santos.garante que a procura é grande na Vila.

Sem grandes alvoroço, sem carro de som, o comerciante Paulo Roberto Silva dos Santos desfila pela Vila aos sábados e domingos vendendo as mais diversas mercadorias desde iogurte, maionese, massa para lasanha, suco, verduras e muito mais. Paulo explica que adora se comunicar com as pessoas e realizar a venda dos produtos. “Aproveito as ofertas dos grandes supermercados de Porto Alegre e vendo as mercadorias na Vila para aumentar a renda familiar”, conta entusiasmado o vendedor.

Quando entra nas ruas da Vila Brás a vizinhança já cerca o carro a procura das mais diversas mercadorias. Paulo garante que seus produtos são fresquinhos e estão sempre dentro da validade. Dona Ana Maria da Silva Pereira é cliente assídua das mercadorias e explica a sua preferência: “Vale a pena comprar tanto pelo preço como pela praticidade”.


Gisiane Andrade e Renata Lopes

Aviso aos (próximos) navegantes




Desde pequenos ouvimos aquela velha máxima sobre conselhos e sua inutilidade quando grátis.

Mesmo assim, vou arriscar e mandar um conselho para os próximos alunos da cadeira de Projeto Experimental em Jornal: sigam a boa e velha estrutura curricular. Não façam como esta que vos escreve, que optou por cursar TC1 juntamente com esta cadeira (e outras 300 atividades que não vem ao caso).

Acontece que esta é uma disciplina riquíssima. Provavelmente ensina mais do que você aprendeu até agora, pequeno Jedi. É jornalismo na veia, sem tempo para mimimi. Agora já não interessa se o cachorro comeu o pen drive que guardava a pauta, nem se o capítulo da monografia está atrasado. Dia de fechamento é dia de fechamento. De uma forma ou de outra, o jornal tem que sair.

Não me entenda mal, não estou dizendo que a cadeira é uma tortura e o professor, um carrasco. Muito, muito pelo contrário. É jornalismo de gente grande. Como lá fora. O editor tem talento, não tem pena. E é disso que você precisa, porque - e aqui entra mais uma conversa que já ouvimos bastante - o mercado de trabalho não é bonzinho. E principalmente, não pode parar apenas porque o cachorro é um psicopata comedor de pen drives.

E é isso aí. Se tudo correr bem, você vai entender que a cobrança valeu a pena, assim que estiver com a primeira edição do jornal em mãos.

Brás na National


A foto dos pássaros da Vila Brás fez tanto sucesso mundialmente que a revista National Geographic escolheu a imagem para a capa da edição de junho.

Beleza sem hora marcada



Nesta edição que está por vir, na página 8, em Serviços, estará o anúncio do instituto Nuance Hair, no entanto, como o espaço é pouco para tanta informação, não há como publicar a foto do local.

O intituto está em funcionamento há pouco mais de um ano, nas mãos de Márcia Regina Paz. A dona do estabelecimento conta com a ajuda da filha Bruna de apenas 15 anos. Bruna, além de auxiliar sua mãe nos serviços oferecidos, é a manicure do instituto.

O diferencial é que não é preciso marcar hora para se embelezar, basta ir até lá que a dona Márcia dá um jeito.

As duas moças nos receberam muito bem (se você clicar na foto e a ver em resolução maior, poderá vê-las refletidas no espelho do instituto, enquanto pegávamos os dados para o Enfoque), conversaram conosco e mostraram o instituto, que agora pode ser visto aqui no blog, já que no jornal o espaço é limitado.

Como a saída de campo rendeu, Mariana Oliveira e eu fizemos uma matéria super interessante sobre a Recriar Customizações, que provavelmente estará na próxima edição do jornal Enfoque, além dos serviços da padaria Merengão e do eletricista, marido de uma das artesãs da Recriar Customizações.

Fica aqui o registro para a próxima edição do enfoque, já que esta já está muito bem encaminhada!

Parabéns a todos pelo maravilhoso trabalho, o jornal tem melhorado mais e mais a cada nova edição.

Mais um nascimento!

Estamos a beira de mais um nascimento aqui na redação! A segunda edição do Enfoque feita por nós está indo para a impressão... É hora de revisar, analisar o crescimento em relação ao outro e babar sobre o fruto do nosso trabalho. Em relação ao trabalho anterior existe um notável crescimento tanto na agilidade de redigir as matérias, com mais precisão e com mais clareza, como na compreensão do objetivo do Enfoque. A turma está integrada e viramos mesmo uma redação. A cada aula notamos vontade e dedicação dos colegas em prol deste projeto e também, neste momento, REALIZAÇÃO! É isso aí, hoje é dia de finalização de mais uma etapa, mas também hora de repor as energias para o próximo, que já vem logo aí!!!
É isso! Está sendo muito bom trabalhar com vocês e poder vivenciar a realidade da Vila Brás e o cotidiano da nossa profissão.
um abraço a todos e até a próxima!!!!

Produção do Enfoque Vila Brás

Nas últimas semanas, o pessoal da turma de Redação Experimental em Jornal da Unisinos vem se esforçando e dando todo o suporte para sair mais uma edição do Enfoque Vila Brás. O esforço e a garra dos colegas tem me surpreendido. Todas as noites de sextas-feiras, os alunos vem pegando junto para que saia uma boa e correta edição do jornal.

No meio de tanta correria de trabalhos e demais cadeiras do curso de jornalismo, esse espírito de equipe vem me lembrando o quanto é bom ser, ou melhor, "querer ser" jornalista. Cada vez mais me convenço que fiz a escolha certa quando optei por essa profissão. Quando me vejo atrás da informação e, principalmente, quando o resultado dessa busca é publicado.

Olhos atentos

Estamos quase na “finaleira” do semestre concluindo a segunda edição do Jornal Enfoque de 2009, e depois de algumas aulas tranqüilas de redação, encontramos uma grande tarefa pela frente: a revisão.

Sem essa palavrinha mágica não há certeza de que o trabalho será entregue aos leitores como eles merecem, com digitação, português e frases corretas. E por isso, na aula de hoje (22) qualquer detalhe visto no boneco do Enfoque será analisado com cuidado para que não ocorra nenhuma falha.

O pequeno detalhe de “revisar” é essencial para qualquer autor, pois ao ler (em voz alta ou não) seu texto, ele percebe novas possibilidades, melhorias de palavras e coisas que talvez não sejam tão necessárias. Há jornalistas que não gostam desta função por causa do pouco tempo ela pode lhe tomar na rotina, mas, ela é importantíssima, até mesmo para a reputação de um jornal.

Olhos atentos e uma boa revisão a todos, os moradores da Brás merecem!

Simone Bertuzzi e Fernanda Mineiro

Infância querida


Nunca sabemos o que realmente iremos encontrar em nossas saídas. Temos uma ideia do que buscamos, as nossas pautas, os nossos personagens reais. No entanto, às vezes nos deparamos com surpresas.

Foi o que ocorreu em nossa última saída. Já estava me encaminhando para o ônibus que nos levaria de volta à Unisinos, quando meu colega José Luís de Paula resolve entregar jornais para dois garotos. Sorte a minha, pois encontrei ali fonte de inspiração. Muito me alegrou a conversa breve que tivemos.

Isamo Nick Rodrigues Dias, de 10 anos, e Eliseu Cruz dos Santos, 14, demonstraram cultivar sonhos para seus futuros. Basta observar seus olhares na foto de José Luís de Paula.

Missão - quase - cumprida

Check de voo, ajuste dos sistemas, códigos, equipagens e armamento. Agora é a hora, um problema que passa despercebido pode destruir todo um trabalho ou tirar a vida de alguém. Não tão dramático ou perigoso, mas também não deixa de ser com extrema resposabilidade é o trabalho de revisão final de um jornal. Arrumar legendas, procurar erros gramaticais, letrinhas que faltam ou "dão sopa" e até
mesmo erros de concordância, tudo isso pode destruir ou rebaixar um trabalho jornalístico. Por isso a importância. Se cada um fizer sua parte corretamente, todos cumprem a sua missão.
Um forte abraço
Kaiser Konrad

Somos Jornalistas!

A maioria de nós corre o dia todo, tem uma rotina cheia de compromissos e ainda busca fôlego para frequentar as aulas. Sem falar nos sábados de externa, que talvez pudessem ser um dos únicos momentos para dormirmos sem sermos incomodados pelo despertador tão cedo. Mas aqui estamos nós, comprometidos, apesar de cansados. Afinal foi esta profissão que escolhemos.

A cadeira de Experimental em Jornal, entre tantas outras disciplinas, é uma que nos lembra a todo minuto que nossa profissão é assim corrida! Temos de apurar, apurar e apurar. Depois escrever, revisar e estar disposto para que nada saia errado, para que o leitor seja comtemplado com o nosso melhor!

E por mais que exista o cansaço, quem de nós não fica orgulhoso de ver seu trabalho finalmente nas páginas do jornal, nas ondas do rádio, nas telinhas, ou na web? Sempre soubemos que seria exaustivo, mas ao mesmo tempo tínhamos a certeza de também seria muito prazeroso!

Fazer o Enfoque Vila Brás, nos lembra que não importa em que veículo iremos trabalhar, nossa rotina será assim CHEIA DE CORRES E SATISFAÇÃO!

Galeria de tipos II

Cada vez que olho as fotografias que fiz nas nossas saídas de campo, encontro mais figuras interessantes. Juntas, formam uma vasta galeria de retratos de vida. As imagens em P&B realçam a personalidade dos retratados e,  por um instante, tomam posse de suas almas. Este instante será a prova física da existência dessas pessoas. 


O mesmo poder não teria a fotografia colorida. A cor desvia o foco para outros elementos da imagem. Como um disfarce que deixa mais sintética uma situação, em cores não conseguimos ver a personalidade dos indivíduos tão claramente como em tons de cinza. 


As impressões faciais e os olhares ficam mais acentuados quando não são contaminados pelas cores. É como se olhássemos para o interior do sujeito e compartilhássemos seus pensamentos.















E mais uma edição...

E pessoal, hoje finalizamos mais uma edição do Enfoque Vila Brás. Achei que dessa vez a coisa foi bem mais tranquila e organizada do que no nosso primeiro jornal do semestre. Há vários fatores para isso ter acontecido, como a nossa experiência adquirida após a "nossa" primeira edição, e também as editorias distribuídas. Mais trabalho para nossa editora, que merece os parabéns.

E povo, semana que vem é nossa última viagem até a Vila. Temos uma semana para pensar nas possíveis pautas. É isso. Força na peruca que o semestre está quase, quase no fim.

Até a aula.

15 de mai de 2009

Olha ISSUU!


Mais uma plataforma web para o Enfoque. Agora ele está no issu, um site que hospeda gratuitamente diversas publicações do mundo.

E naturalmente, assim que descobri a ferramenta, pensei: "Enfoque"! Então, aí está, para proveito de todos. Repórteres, editores, fontes, moradores e admiradores da Brás agora podem folhear o Enfoque virtualmente.

Para estar por dentro do que anda acontecendo na Brás

Não sugiro como pauta, mas acho importante estarmos por dentro do que anda acontecendo na Vila, mesmo quando nem tudo são flores, como nesse caso:

Notícia publicada no site do Jornal NH em 5 de maio de 2009
Jovem é identificado como autor de abuso contra menina

Garoto de 15 anos foi intimado para comparecer à DP. Ele está sumido de São Leopoldo.

Resumo: São Leopoldo - Um adolescente de 15 anos foi identificado pela Polícia Civil como responsável pelo crime de atentado violento do pudor contra uma menina de 13 anos, ocorrido há menos de 20 dias, nas proximidades de uma escola, na Vila Brás, em São Leopoldo.

Fonte: Jornal NH

Lamentável...
Até breve.

Sugestão de pauta para a próxima edição

Projeto Vida Saudável será lançado em São Leopoldo

Iniciativa é direcionada a pessoas que tenham entre 18 e 49 anos


O objetivo é proporcionar à população de São Leopoldo a prática de atividades orientadas como instrumentos de melhora da qualidade de vida através da ginástica. Dentre os benefícios para quem pratica este exercício está a redução do stress e da ansiedade, melhora a auto-estima e previne doenças.

Além das aulas que serão realizadas no Ginásio Municipal, também ocorrerão aulas no Grêmio Atlético Mauá (Av. Feitoria, 3.171 - bairro Feitoria), na Associação de moradores da Vila Brás (Av. Leopoldo Wasum, 984 - Vila Brás), Associação de Moradores Novo Sinos (Rua Manoel da Fontoura, 175 - Loteamento Novo Sinos - bairro Campina) e no Esporte Clube Beira-Mar (Rua São Domingos, s/nº - bairro São Miguel).

Notícia completa: Jornal NH

Fica aí a sugestão. Até breve colegas!

14 de mai de 2009





Os leitores não se decepcionaram com a primeira edição do Enfoque Vila Brás, publicada neste semestre.

De acordo com a enquete finalizada nessa semana, 64% dos participantes acharam que o jornal superou expectativas.

Outros 28% classificaram a edição como boa, porém, não espetacular.

Aqueles que ainda não leram, representam 7% dos participantes.

A opção "deixou a desejar" não pontou. Felizmente, né? =)

13 de mai de 2009

Onde fica a Brás

Durante a edição do Enfoque fui buscar a informação sobre o nome de uma rua, que faz divisa com a Brás. Apelando para o utilitário do Google encontrei o mapa da vila. Quem procurar por alguma das ruas principais vai se deparar com lugares conhecidos. Pode ser que a imagem não seja muito atual, mas ajuda na hora do sufoco.


Até mais

12 de mai de 2009

Bela imagem


A foto foi tirada durante a última visita na Brás, em frente a uma agropecuária, na avenida principal. O colorido dos "iluminados" passáros encanta.

11 de mai de 2009

Repercussão

No início do mês de abril, um revólver calibre 32, sem munição, foi apreendido com um menino de 11 anos dentro de uma sala de aula na Vila Brás, em São Leopoldo. Com a intenção de intimidar outro colega, com quem teria tido uma discussão, a criança disse que pegou escondido a arma, de numeração raspada, na casa de um tio.

O menino, da 4ª série da Escola Municipal de Ensino Fundamental João Belchior Marques Goulart, teria mostrado o revólver a outros colegas em uma briga. Assustado, um dos alunos avisou a direção do colégio, que recolheu a arma.O aluno foi levado ao Conselho Tutelar de São Leopoldo e liberado. Agentes da 2ª DP tentam esclarecer a procedência da arma.

(Fonte: ZH.com)

Na última saída a campo que fizemos até a Vila Brás, a moradora Jussara Conceição dos Santos, de 27 anos, falou sobre o ocorrido. Preocupada com a segurança de seus filhos - que estudam na mesma escola -, Jussara conversou sobre esse e outros assuntos. Vale a pena conferir!


Reportagem: Daiane Rosa | Imagens: Bruno Alencastro

8 de mai de 2009

As bicicletas...

Como o último vídeo da TV Enfoque mostra, podemos ver que na Brás todo mundo dá um jeito para levar a vida, nem que seja de bicicleta. Ecológico, econômico e saudável, o meio de transporte utilizado pela maioria dos moradores da Vila também é um dos recursos que os europeus adoram.

Talvez, a realidade das pessoas da Brás afasta a ambição de consumir, consumir e consumir que a maioria da classe média "pra cima" possui. É nas necessidades básicas que os moradores da Vila se concentram. E nas formas mais simples e práticas possíveis, que eles facilitam as atividades diárias para o trabalho e família.

O grande número de pessoas usando a bike para resolver seus problemas me chamou muita atenção, porque além de gostar muito dessa "atividade e meio", também sei e acompanho pessoas que adotaram o veículo de vez. No site Copenhagen Cycle Chic dá pra ter noção de como pessoas do mundo todo também se viram nos trinta e que uma bicicleta pode ser muito mais que veículo pra quem não pode ter carro, e sim uma opção pra andar por aí com grande estilo.

Confere!






Carroças na Brás

Alguns moradores reclamaram que as calçadas da Vila Brás poderiam estar em melhores condições de uso para os pedestres. Além disso, chama atenção algumas carroças na Vila Brás. Ao que pude observar, há um número significativo desse, digamos, meio de transporte.

Sempre convém lembrar que a utilização de carroças, além de sacrificar os cavalos, é um atraso na vida moderna.



Foto: Mariana Bechert

Onde está?


Foto: Genésio Barão

Circulando pela Brás, uma das equipes do Enfoque passou na residência do Sr. Sedenir Azevedo da Rocha que ficou surpreso ao folhear o jornal e não encontrar sua foto. Sedenir conta que conversou com alguns repórteres do Enfoque, pensando que seria personagem de alguma das matérias. Para não deixarmos em branco, o entrevistamos novamente. Ele recolhe diversos materiais para fazer recliclagem. Calma seu Sedenir, quem sabe na próxima!

7 de mai de 2009

E esse é o Aroldo, feliz pela idéia de se ver no Enfoque

Esse é o José Valdoir da Rosa com a filha Vanessa (menor) que esteve com a amiga Ana Soares no Bar do Aroldo. Um "botecão" dos mais familiares...

5 de mai de 2009

Em processo...

Em processo de produção, portanto, se dedicando a ele.

Parece que sobrou bastante do que fizemos na última saída, ao menos de minha parte. Solução: Balaio. Nada pode ir fora.

As fotos, que estão na AgexCOM, já que não terão espaço para estarem no jornal, certamente, estarão por aqui em breve. É trabalho que não dá para deixar de lado, não somente pela sua riqueza visual, mas pelas belas palavras trocadas com os moradores da Brás. Elas devem ser registradas e levadas adiante. Em breve aqui o que não for para o jornal.

Bom trabalho à todos!

4 de mai de 2009

Bicicletas são tema do novo vídeo




Quem chega na Vila Brás percebe na hora: as bicicletas comandam o trânsito do local.

E esse é o tema do novo vídeo, que estreia nesta terça-feira, na Tevê Enfoque.

Quem ainda não assistiu os audiovisuais publicados até o momento, pode fazê-lo clicando aqui.





  

3 de mai de 2009

Irmãs da Brás

Caminhando pelas ruas da Brás, fui atraída até a casa onde conheci Élica, Elizete e Nicole. A mãe das meninas, Catiane de Oliveira, 24, sustenta a família como auxiliar de cozinha. Hélio, seu marido, é servente de pedreiro, mas está desempregado há mais de seis meses.

Encantada com a alegria de seus olhares, não pude deixar de conversar com as meninas sobre os sonhos que cada uma alimenta em relação ao futuro. Élica tem oito anos e quer ser médica. Gosta de estudar e diz com toda firmeza: "Quero curar as pessoas". Elizete, um ano mais nova, ainda não escolheu uma profissão. Mas gosta de jogar no computador, então já sabe que, seja o que for, quer trabalhar usando esta ferramenta. A caçula, Nicole, de cinco anos, quer ser professora. Como ela mesma diz: "Que nem as tias da creche". Uma inspiração e tanto!

Há quem se pergunte pelo futuro das crianças da Brás. Depois de fotografar e conhecer essas meninas, eu aposto na realização de seus sonhos. Que elas não desistam deles!



Chegada da Energia Elétrica nas Casas da Bacia




Em nossa última saída de campo a Brás fomos presenteados com uma bela manhã de sol.

Com a missão de dar continuidade a matéria das Casas da Bacia, fomos conversar com os primeiros moradores contemplados, que já habitavam o local, desde o dia 28 de março.

Chegando à região da bacia encontramos a energia elétrica sendo instalada somente naquele sábado, casualmente o da nossa última visita (04/04), sendo que as famílias estavam no local há uma semana sem energia elétrica.